Cultura Expresso Foco

Exposição eterniza história da artista Babi Castellani na Casa da Cultura

Aberta no início do mês, mostra ‘Babi para Sempre’ segue aberta à população

Foto: Divulgação

CDs arranhados, disquetes desgastados, computadores e outros eletrônicos que não funcionavam viraram obras primas nas mãos de Bárbara Helena Castellani. Falecida em fevereiro de 2017, “Babi Castellani” deixou um legado que vai além das artes plásticas. Na Casa da Cultura de Uberlândia, suas obras passaram a ser eternizadas com a exposição Babi Para Sempre. Iniciada no início do mês, a mostra poderá ser visitada, das 12h às 18h, até o dia 31 de janeiro.

Sobre Babi Castellani

Considerada a arte em pessoa, Babi Castellani foi uma professora e artista plástica de Uberlândia, que se destacou no cenário artístico e cultural ao criar acessórios como brincos, colares, anéis, enfeites, artigos de moda e objetos de decoração feitos a partir de resíduos tecnológicos. Inspirada em suas peças, a exposição ‘Babi Castellani’ reúne obras de 13 artistas e designers que se uniram com o intuito de homenageá-la.

Além dos tempos

De acordo com o responsável pela concepção e organização da mostra, Aloísio Diniz, cada trabalho foi concebido sob a ótica dos próprios artistas, que reuniram diversos objetos como uma forma de imortalizar o legado deixado por Babi.

“Ela foi muito importante, porque criava peças usando materiais como sucatas de computador e outros eletrônicos, e foi premiada com isso. Perdemos uma das principais artistas que já tivemos e reunimos esse grupo, onde cada artista criou um trabalho inspirado em alguma obra dela, dentro da poética e do entendimento de cada um, com sua livre expressão. É uma exposição bem diversificada, que conta com fotografias, pinturas, objetos, imagens digitais e várias expressões artísticas para manter a sua história”, adiantou.

Participe!

O quê: Exposição ‘Babi Para Sempre’
Concepção e organização: Aloísio Diniz
Período: até 31/01/2018
Hora: das 12h às 18h
Onde: Sala de Experimentações Visuais da Casa da Cultura
Endereço: praça Clarimundo Carneiro, 89, Fundinho
Entrada franca

 

Texto: Secom PMU

Notícias relacionadas