Cultura Destaque Expresso Literatura

Decidi te amar

Foto: Marcelo Felice

Eu decidi te amar quando te conheci;

Eu decidi te amar quando te trouxe para a minha vida;

Eu decidi te amar quando te vi sorrir;

Eu decidi te amar quando te fiz a minha escolhida;

Eu decidi te amar quando te acariciei a tez;

Eu decidi te amar quando senti o seu corpo suado;

Eu decidi te amar quando fiz minha sua primeira vez;

Eu decidi te amar cada dia que vivi a seu lado;

Eu decidi te amar cada noite que dormi com você;

Eu decidi te amar cada vez que você resolveu ficar;

Eu decidi te amar mesmo quando você fez doer;

Eu decidi te amar mesmo quando você me fez chorar;

Eu decidi te amar quando você partia;

Eu decidi te amar toda vez que você foi embora;

Eu decidi te amar mesmo quando doía;

Eu decidi te amar todo dia, sem demora;

Eu decidi te amar quando tudo estava bem;

Eu decidi te amar quando você saiu do meu lado;

Eu decidi te amar quando tudo ficou negro;

Eu decidi te amar apesar de tudo ter se acabado;

Eu decidi te amar quando faltou razão;

Eu decidi te amar quando tudo estava perdido;

Eu decidi te amar de todo o meu coração;

Eu decidi te amar, apesar do que você fez comigo;

Eu decidi te amar porque tenho esse amor;

Eu decidi te amar porque meu sentimento é puro;

Eu decidi te amar dentro da minha dor;

Eu decidi te amar mesmo estando no escuro;

Porque, na verdade, eu sou todo amor,

Sou emoção, intensidade, já fui sol a brilhar…

E pra iluminar minha escuridão, aplacar minha dor

Eu fiz uma opção:

Eu decidi te amar!

 

Texto: Marcelo Felice

Notícias relacionadas