Cidade Expresso Foco

Estação Elevatória de Esgoto do Shopping Park recebe ampliação

Capacidade de tratamento aumentará 20%

Foto: Comunicação Dmae

O Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) iniciou, nesta semana, a obra de ampliação da Estação Elevatória de Esgoto Shopping Park 2, localizada na rua Antônio Carlos Martins Ribeiro, zona sul da cidade. Atualmente a unidade atende 15,5 mil habitantes e, após a intervenção, aumentará a capacidade para 18,5 mil pessoas. Isso porque a captação passará de 27 litros para 32 litros por segundo, um crescimento de quase 20%. As estações elevatórias têm a função de receber o esgoto doméstico e, em seguida, enviá-lo para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Uberabinha, onde é tratado.

Estão sendo investidos cerca de R$ 230 mil e a previsão de conclusão é no primeiro semestre. “É uma elevatória importante porque atende uma grande população. Nós vamos fazer a substituição das tubulações, dos cavaletes e instalaremos bombas maiores”, disse Marcelo Costa, gerente de Tratamento de Esgoto do Dmae.

A ampliação será feita de forma simultânea ao funcionamento da estação e a não vai ter nenhuma interferência no bombeamento que fluirá normalmente. “Outra intervenção que vamos fazer é melhorar o gerador já instalado porque em caso de interrupção de energia da concessionária, o equipamento entra em funcionamento automaticamente e impede a parada do sistema de bombeamento”, esclarece o gerente.

O Dmae faz um trabalho constante e preventivo nas elevatórias para evitar transtornos. No ano passado a autarquia fez uma série de intervenção nas elevatórias, uma delas, a ampliação da estação Cidade Jardim 2, que passou a captar 85 litros por segundo e atender 48 mil pessoas. 

100% do esgoto tratado

Em Uberlândia são 61 unidades e quatro estações de tratamento no perímetro urbano e outras quatro nos Distritos. O Dmae realiza em 100% o tratamento de todo o esgoto coletado. Essa excelência no tratamento é um dos fatores que colocou a cidade em 2º lugar do país no ranking do saneamento básico divulgado pelo Instituto Trata Brasil.

 

Texto: Secom PMU

Notícias relacionadas