Destaque Expresso Política

Obras do Parque Aquático serão retomadas

Equipe técnica da empresa contratada vai fazer a limpeza e avaliação da estrutura na próxima segunda-feira (22), previsão de conclusão é de 12 meses

Foto: Valter de Paula – PMU

Na manhã desta sexta-feira (19), foi assinado pelo prefeito Odelmo Leão e o representante da L J Construções e Serviços, a Ordem de Serviço para retomada das obras do Parque Aquático Municipal que estavam paralisadas há mais de quatro anos. Segundo a prefeitura, cerca de 60% do projeto já estava realizado. O parque Aquático vai receber o nome do ex-deputado federal João Bittar, falecido em agosto do ano passado. A homenagem é decorrente dos esforços do então deputado para a construção do parque, por meio de emenda parlamentar.

Um outro fator que propiciou a retomada das obras foi a atuação do deputado estadual Elismar Prado, que cobrou do Governo do Estado a contrapartida de R$ 804 mil para continuidade da obra. O Governo de Minas informou que foi creditado na conta do convênio R$ 804.837,11 no dia 31 de julho de 2017 pela Diretoria de Planejamento e Finanças da Secretaria de Estado de Esportes.

Construído ao lado da Arena Multiuso Presidente Tancredo Neves (Sabiazinho), o Parque Aquático tem área total superior a 6 mil m²  e contará com arquibancadas para aproximadamente 1,3 mil pessoas, com uma piscina olímpica semi-aquecida  com 50 metros de comprimento, e atende às exigências da Federação Internacional de Natação. O espaço conta ainda com área de alimentação, sanitários e galeria técnica de 1,2 mil m².

Foto: Valter de Paula – PMU

O projeto de autoria do Poder Executivo teve início em 2008, a partir de uma emenda parlamentar do então deputado federal João Bittar, que resultou posteriormente em um convênio entre a Prefeitura de Uberlândia, o Governo Federal e o Governo de Minas. As obras contam com recursos na ordem de R$ 5,9 milhões, por meio do convênio firmado entre a Prefeitura de Uberlândia, Governo de Minas e Governo Federal.

O secretário de Obras, Norberto Nunes, destacou que a previsão para conclusão da obra é de 12 meses. “Para conclusão, é preciso em torno de R$ 3 milhões, mas iniciando a obra, tenho certeza que virão mais recursos para darmos continuidade e entregar a obra”, afirmou.

Presente no evento, João Bittar Neto, filho do deputado homenageado, afirmou que a homenagem é muito justa, uma vez que seu pai se esforçou muito para conseguir a realização  da obra. “Ficamos muito feliz com o reconhecimento e ver essa obra sendo retomada nos traz muita felicidade, sem sombra de dúvida”.

 

Texto: Leonardo Leal

Notícias relacionadas