Cidade Expresso Foco

Projeto Bombeiro Mirim retoma atividades no início do mês de março

Reunião entre Município e Corpo de Bombeiros decidiu os últimos detalhes para o retorno

Foto: Foto: Valter de Paula

Na tarde desta quinta-feira (22), representantes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação se reuniram com militares do Corpo de Bombeiros de Minas para finalizar os últimos ajustes para a volta do projeto Bombeiro Mirim. O programa tem o objetivo de promover cidadania, dedicação, altruísmo e civilidade entre as crianças e adolescentes atendidas nos Núcleos de Apoio Integral à Criança e ao Adolescente (Naicas).

 

Novidades

Após o recesso das férias escolares, o programa voltará às atividades, em 2018, a partir do início do mês de março. Neste ano, as vagas foram ampliadas de 25 para 100, voltado para crianças e adolescentes com idade entre 6 e 15 anos e 6 meses. Os participantes do projeto devem estar matriculados nos Naicas dos bairros Lagoinha, Tibery, Jardim Célia e Luizote de Freitas.

Segundo a secretária municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação, Iracema Marques, a parceria entre a prefeitura e o Corpo de Bombeiros contribui para a formação de bons cidadãos. “O retorno que temos dos pais e das próprias crianças sobre o programa é muito positivo. Nosso objetivo é aumentar cada vez mais o número de participantes, para continuarmos impactando diretamente na vida dos nossos pequenos”, afirma.

Para representante do 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros em Uberlândia, a capitão Ana Paula Borges, a expectativa para a volta do Bombeiro Mirim é grande. “Atenderemos as crianças no contraturno das escolas. Eles poderão ver de perto o dia a dia de um bombeiro e aprender mais sobre primeiros socorros”, conta.

 

Histórico

O projeto Bombeiro Mirim foi idealizado e colocado em prática, pela primeira vez, ainda durante os dois primeiros mandados do prefeito Odelmo Leão (2005-2012). Neste período, cerca de 300 crianças e adolescentes foram atendidos. Depois de ter permanecido inativo nos últimos anos, foi retomado em virtude da importância de suas ações de orientação e conscientização do público infanto-juvenil.

O projeto foi retomado em 2017 e atendeu 25 crianças e adolescentes matriculados nos Naicas dos bairros Marta Helena e Morumbi. Os jovens participantes puderam aprender noções de primeiros socorros e prevenção a afogamentos, bem como prevenção a acidentes domésticos, de trânsito e com incêndios.

Outro foco foi o de repassar conceitos de consciência coletiva para preservação do meio ambiente, promoção de saúde e da higiene, educação no trânsito, cidadania, civismo e atividades recreativas. As atividades foram realizadas as terças e quintas-feiras, das 14h às 17h, sendo a maior parte delas no Batalhão do Corpo de Bombeiros, no bairro Brasil.

 

Texto: Secom PMU

Notícias relacionadas