Destaque Estilo de Vida Expresso

Guardanapos à mesa: o menos sempre foi mais

Ultimamente fazer bonito quando se posta uma mesa virou sinônimo de finesse, porém o exagero anda tomando conta de algumas mesas que ando vendo por aí. Guardanapos imensos com folhas duplas, dobraduras que são verdadeiras esculturas e eu me pergunto, pra que?

Foto: Bruna Barcelos

Além das dobraduras terem necessidade de muito manuseio para se montar é deselegante tocar muito no guardanapo que a pessoa colocará na boca! Então vamos pensar.

Nem vou falar dos porta guardanapos que cada dia inventam mais e mais coisas. Vamos ser práticos e elegante ao mesmo tempo?

1– Guardanapos pequenos: ou seja, guardanapos que caibam no colo da pessoa e não que façam uma saia de difícil manejo.

2– Porta guardanapos: discretos, que combinem com a decor da mesa, mas que não seja mais que a mesa.

3– Foco na comida e na bebida: o mais elegante de servir um almoço ou jantar está na comida e não no como é servido essa comida, ou seja, pensa na mesas como um conjunto de sensação e não apenas como decoração.

Mais uma vez volto a falar: o menos sempre é mais.

 

Texto: Bruna Barcelos
Executiva de captação de eventos do Uberlândia Convention & Visitors Bureau e Consultora de etiqueta pessoal e profissional.
contato@brunabarcelos.com.br

Notícias relacionadas